Mais sabor para a vida


Com a idade vamos perdendo o paladar e o olfato. Como fazer para que isso não afete os dentes?

O vidro de condimentos pode se transformar no melhor amigo dos dentes. Segundo especialistas, a redução do olfato e do paladar que acontece com o passar dos anos, não só diminui o apetite como também pode afetar o resultado dos tratamentos dentários.

"É freqüente ver línguas sem papilas, aftas ou próteses que machucam mais facilmente", diz o doutor Ricardo Roisinblit, presidente da Sociedade Latino-americana de Gerodontologia.

O cuidado dentário e bucal das pessoas mais velhas apresenta uma série de inconvenientes que não se vêem nos pacientes mais jovens. Certos minerais e vitaminas podem ser necessários para o êxito dos implantes e das dentaduras postiças.

"Para a sensação de sabor contribuem o paladar e o olfato", lembra Roisinblit, que também é presidente da Sociedade Argentina de Odontologia Geriátrica e chefe da clínica do adulto de meia idade e do idoso na Associação Odontológica Argentina.

Quando esses sentidos se deterioram, a atração exercida pelos alimentos diminui e pode haver um desequilíbrio nutricional. "Uma causa do fracasso dos implantes dentários é que a falta de nutrientes reduz a tolerância do tecido da gengiva", afirma o doutor Sheldon Winkler, da Universidad de Temple, na última edição do "Journal of the American Dental Association".

Segundo Winkler, a perda do olfato e do paladar não deve ser atribuída apenas ao peso dos anos mas também a várias doenças, ao fumo, a medicamentos, radioterapia ou mesmo a problemas dentários.

"É um círculo vicioso", afirma Roisinblit.

"Muitas pessoas com problemas de dentadura começam a comer apenas alimentos macios e assim reduzem o consumo de proteínas provenientes de carnes, cereais e legumes. Isso baixa as defesas e aumenta a fragilidade da mucosa da boca".

Quais são as propostas para enfrentar o problema?

"Uma recomendação seria que todos os idosos condimentassem a comida de três a cinco vezes mais, porém não com sal ou pimenta e sim com - por exemplo - orégano e pimentão", sugere Roisinblit.

Outros conselhos são deixar de fumar e submeter a língua a intensas sessões de limpeza. Tudo pelo prazer de continuar aproveitando - com todos os sentidos e os dentes fortes - o momento glorioso de se sentar à mesa.


Voltar ...


Nota: Todas as informações que compõem o conteúdo do site OdontoWeb têm caráter meramente informativo e ilustrativo. Nenhuma informação contida no site OdontoWeb deverá ser utilizada, sob hipótese alguma, para a execução de diagnósticos médicos, e de quaisquer outros procedimentos relacionados à saúde. Para tanto, sempre consulte e visite regularmente seu dentista.