A cárie no Brasil


Uma parcela de alunos se beneficia com os programa de prevenção odontológica. Isso é pouco para perder o título de País dos desdentados.No útlimo congresso da ABOPREV - Associação Brasileira de Odontologia Preventiva, foi comprovado que quando a odontologia preventiva é aplicada, a redução dos problemas bucais fica evidente.

O que melhorou, afinal? O Ministério da Saúde divulgou os resultados do programa que está sendo praticado junto à população escolar brasileira, nas faixas etárias entre 8 e 10 anos: houve a redução de 31% da qualidade de dentes extraídos, cariados ou obturados.Entretanto, esta ação só beneficia uma parcela da população.

O restante continua dependendo da boa vontade de poucas entidades ou empresas que se preocupam com a saúde bucal.

Há muito para se feito É o caso dos brasileiros entre 3 e 6 anos - que já possuem de 3 a 4 dentes cariados! Alguém poderia questionar: Mas essa faixa etária possui dentes de leite (decíduos), que logo serão substituídos, eles fazem falta? Resposta: Sim, uma dentição sadia é a principal condição para que se tenha dentes permanentes sadios!

Fazem parte de outro quandro sombrio, os brasileiros adultos, que entre os 35 a 44 anos têm em média, 22 dentes cariados, perdidos ou obturados! Mais preocupante ainda, são os problemas gengivais que atingem 87% da população adulta, sendo esta a maior causa da perda de dentes nos adultos.


Voltar ...


Nota: Todas as informações que compõem o conteúdo do site OdontoWeb têm caráter meramente informativo e ilustrativo. Nenhuma informação contida no site OdontoWeb deverá ser utilizada, sob hipótese alguma, para a execução de diagnósticos médicos, e de quaisquer outros procedimentos relacionados à saúde. Para tanto, sempre consulte e visite regularmente seu dentista.